Julian Wilson vence o Quiksilver Pro France

Australiano ganha seu segundo título na temporada e passa a ameaçar a hegemonia brazuca; Medina vai bem e assume a ponta do ranking

por Lucas Conejero, 12/10/2018
follow

O australiano Julian Wilson derrotou seu compatriota e convidado Ryan Callinan na bateria decisiva e sagrou-se campeão do Quiksilver Pro France, encerrado nesta sexta-feira na praia de Les Culs Nus.

Com a segunda vitória na temporada, Julian acabou com a longa série de sete títulos consecutivos do Brasil no World Surf League Championship Tour 2018 e segue vivo na busca pelo topo do ranking, agora ocupado por Gabriel Medina.

Eliminado precocemente na terceira fase do evento na França, Toledo caiu uma posição e é vice-líder da temporada. Wilson permanece na terceira posição, mas a diferença diminuiu.

A próxima etapa do circuito Masculino, o MEO Rip Curl Pro, começa nesta terça-feira em Portugal com os três atletas com chances de terminarem o evento na liderança da corrida pelo caneco do Circuito Mundial de Sur.

Roxy Pro France

No Roxy Pro France, outra wild card australiana surpreendeu. A jovem Macy Callaghan entrou no evento para substituir a contundida Silvana Lima, que operou o joelho e só volta a competir em 2019.

E ela honrou o convite chegando na final, vencida pela norte-americana Courtney Conlogue. Na sexta-feira, Macy deixou a havaiana Coco Ho nas quartas de final e a também australiana Bronte Macaulay nas semifinais.

O resultado do Roxy Pro France foi uma surpresa total, principalmente pelas derrotas prematuras das líderes do ranking. Tanto a número 1 do Jeep Leaderboard, Stephanie Gilmore, como a vice-líder, Lakey Peterson, ficaram em nono lugar.

Com isso, a disputa do título mundial que poderia ser decidido na França acabou ficando para a última etapa da temporada, o Maui Beachwaver Pro, entre os dias 25 de novembro e 6 de dezembro nas ondas de Honolua Bay, na ilha de Maui, Hawaii.

Clique aqui e veja como ficou o ranking Masculino depois da etapa da França.

Clique aqui e veja como ficou o ranking Feminino depois da etapa da França.