Italo vence em Portugal e Medina está na cara do gol

Potiguar levanta seu terceiro caneco no CT 2018, mas não tem chance de título; Medina só depende dele e complica a vida de Filipe

por Lucas Conejero, 20/10/2018
follow

O brasileiro Italo Ferreira derrotou o francês Joan Duru na bateria decisiva e ficou com o título do Meo Rip Curl Pro Portugal, encerrado na tarde deste sábado no pico de Supertubos.

Esta é nada menos que a nona vitória brasileiro em dez etapas no Circuit Tour da WSL em 2018, a terceira do potiguar, que já havia faturado a emblemática etapa de Bells Beach, Austrália, e a estreante etapa de Keremas, Indonésia.

Mesmo com três vitórias no tour, Italo não tem mais chance de conquistar o caneco da temporada, disputado pelos três primeiros atletas do ranking: Gabriel Medina, Julian Wilson e Filipe Toledo.

Filipe foi barrado precocemente na França e em Peniche, finalizando as duas etapas da perna européia em péssimas décimas terceiras colocações.

Julian levou o Quiksilver Pro France e chegou às quartas de final em Peniche. Medina foi até as semifinais nas duas competições.

Agora, a matemática é simples e o atleta de Maresias chega em Pipeline como favorito ao bicampeonato.

Gabriel só depende dele e se avançar à final é o campeão do World Surf League Championship Tour 2018.

Se parar nas semifinais, Filipe e Julian, empatados no ranking, não podem levantar o caneco nos canudos mais famosos do North Shore.

Se Medina cair nas fases anteriores, quem da dupla estiver na final é o campeão.

Clique aqui e veja como ficou o ranking.