Oi STU Open define seleção brasileira de skate no Rio

Decisão da plataforma STU reúne a nata do skate brazuca nas categorias olímpicas Park e Street e coroa os campeões brasileiros da temporada

por Redação Almasurf, 13/11/2018
follow

O Oi STU Open começa nesta quarta-feira e termina no próximo domingo na remodelada pista de Street e na novíssima pista de Park da Praça Duó, no Rio de Janeiro.

Considerado o maior evento de skate da América Latina, o campeonato vale como etapa decisiva do Circuito Brasileiro de Skate 2018 e contará com a presença da seleção brasileira dos carrinhos nas duas categorias olímpicas.

Na Park, os líderes do ranking Yndiara Asp e Pedro Quintas já estão confirmados, além do legend Pedro Barros, que neste mês conquistou o primeiro título mundial reconhecido pelo Comitê Olímpico Internacional na China. Luizinho Mariano, Isadora Pacheco, Murilo Peres, Alex Sorgente e Tommy Finn também estarão nas disputas.

“Estou muito animada para a final do Oi STU Open e ansiosa para andar na pista nova, que estão construindo para o evento. Durante o ano todo participamos das etapas qualificatórias, foram todas muito boas, e agora vamos para a grande final. É irado ver o cenário do skate brasileiro evoluindo junto com o alto nível dos atletas. Vai ser animal”, disse Yndiara.

No Street, Leticia Bufoni, ganhadora de sete medalhas nos X Games, Kelvin Hoefler, pentacampeão mundial de Street pela World Cup Skateboarding (WCS), campeão da Street League Skateboarding (SLS) e campeão do X Games, Felipe Gustavo, vice-campeão do Tampa PRO 2018 e skatista da Street League Skateboarding (SLS), Pâmela Rosa, líder do ranking brasileiro, além de bicampeã mundial da World Cup Skateboarding, dona de quatro medalhas nos X Games, confirmaram presença.

“Eu estou muito empolgado para o Oi STU Open. Além dos atletas internacionais, temos um nível muito alto aqui no Brasil, o que eleva muito o nível do nosso skate. Já tivemos a confirmação de importantes nomes, o que favorece muito a competição. A pista também passou por uma pequena reforma, é uma pista grande, deve fazer calor no Rio de Janeiro, então temos que nos preparar muito bem. De resto é colocar o skate no pé e executar o que venho treinando. Vai ser um evento muito importante pra definição da seleção brasileira”, disse Kelvin Hoefler.

Skate Total Urbe

No começo de 2018, a Rio de Negócios e a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) anunciaram a união do Calendário Brasileiro de Skate e a criação da plataforma Skate Total Urbe (STU).

A STU conta com um calendário de eventos nas modalidades Street e Park (Masculino e Feminino) e será a principal competição nacional a somar pontos para o ranking da CBSk, que formará a Seleção Brasileira de Skate de 2019.

De acordo com a entidade, o principal objetivo da iniciativa é contribuir para a preparação dos atletas na disputa por medalhas nos Jogos Olímpicos de 2020 no Japão.

Outros pontos positivos que merecem destaque são a inserção do Brasil no calendário dos grandes eventos internacionais e a inclusão de atividades paralelas às competições que visam promover a cultura e o mercado da modalidade.

Circuito

O circuito STU é composto por cinco etapas. Quatro são qualificatórias (STU Qualifying Series) e acontecem em diferentes estados durante o ano.

Já a quinta e última etapa de ambas as modalidades será o Oi STU OPEN 2018, que rola em novembro no Rio de Janeiro. É dela que saem os integrantes da Seleção Brasileira de Skate de 2019. 

No vídeo abaixo você confere os melhores momentos da etapa paulista do circuito.