Festival Almasurf de Cinema estreia na Paulista

Primeira edição do evento foi idealizada para prestigiar os excelentes trabalhos e profissionais do audiovisual brasileiro

por Lucas Conejero, 18/12/2018
follow

Novidade na programação do Festivalma, o Festival Almasurf de Cinema foi idealizado para prestigiar os excelentes trabalhos produzidos pelos diretores, cinegrafistas e editores brasileiros nos últimos anos.

Sob direção do documentarista Rosaldo Cavalcanti, um seleto grupo de jurados irá selecionar nove vídeos para serem exibidos no telão da entrada do Centro Cultural Fiesp entre os dias 25/1 e 3/2, com sessões às 16h e às 19h.

Através de uma plataforma de votação online, o público escolherá o décimo filme. Todos os trabalhos selecionados receberão uma premiação de R$ 500. O primeiro colocado fatura R$ 2500. As inscrições estão abertas e terminam no dia 19 de janeiro.

Expoente da nova geração do audiovisual brasileiro, Bruno Zanin tem água salgada na veia e se você costuma assistir o Canal OFF, com certeza já viu imagens e programas incríveis produzidos por ele.

Zanin integra o juri e se auto-declara fã de festivais. Segundo a cria da paradisíaca Guarda do Embaú, é nesses momentos que a comunidade se encontra, cria laços e vínculos. Para o catarinense, o festival é importante na cena atual, muito carente desse tipo de evento. “Ainda mais por ser na capital paulista, cidade que respira audiovisual”, avalia Bruno.

“Foi em um desses festivais que decidi o que queria fazer da vida. Ver uma obra nossa em uma grande tela, com a definição correta, enquanto observamos as reações do público é o auge para um diretor”, completa.

Para Rosaldo, o surf brasileiro chegou a um ponto que precisa cuidar de sua memória e de sua imagem e ela não pode ficar limitada apenas ao universo comum das disputas dos principais campeonatos.

“O surf não se encaixa numa definição simples. Até porque, para praticar a modalidade o surfista não precisa derrotar nenhum adversário. Surf é, acima de tudo, diversão. E o melhor surfista é aquele que está se divertindo mais. Nosso esporte pode tomar a forma de arte, de cinema, de terapia corporal, além de fazer bem para a mente e o espírito”, comenta Cavalcanti.

Confira o regulamento e faça sua inscrição.

Serviço

XIII Festivalma - Brasil do Surf

De 25/1 a 3/2
Centro Cultural Fiesp

Av. Paulista, 1313
Próximo ao metrô Trianon-Masp
Entrada Gratuita

XIII Mostra Internacional de Arte e Cultura Surf
Abertura 24/1 às 19h30

Visitação de 25/1 a 3/2

Terça a sábado das 10h às 22h
Domingo das 10h às 20h


Festival Almasurf de Cinema

De 25/1 a 3/2

Sessões às 16h e às 19h

Área da bilheteria do Centro Cultural Fiesp


Shows
25/1 
Palco Externo

14h Nômade Orquestra

16h Black Alien


27/1 
Palco Paulista

14h Bixiga 70

16h Cynthia Luz


Sobre a Almasurf

Revista idealizada no ano 2000 por Romeu Andreatta, um dos fundadores da emblemática Fluir, somos atualmente uma plataforma de eventos e mídia dos oito boardsports: surf, skate, longboard, kitesurf, wakeboard, bodyboard, windsurf e SUP.   

Ao longo de nossa trajetória, marcada por iniciativas inovadoras, pelo posicionamento de vanguarda e pela qualidade do conteúdo apresentado, revolucionamos o conceito de cultura e contra-cultura do surf no Brasil.

Nossos internautas, seguidores digitais e participantes dos eventos são como nós, hedonistas. Pessoas que acreditam, buscam e vivem uma vida melhor, com qualidade e equilíbrio nas três dimensões: corpo, mente e espírito.

Festivalma

Antenados nas tendências de futuro, criamos no alvorecer do novo milênio o Festivalma, evento que há quase 20 anos apresenta o surf de uma outra perspectiva: a da riqueza cultural de suas tradições. Conforme o tempo passou, vimos, com entusiasmo, iniciativas parecidas multiplicarem-se em diferentes países, nos quatro cantos do planeta.