Tati West é vice-campeã na Austrália

Gaúcha mandou bem e ficou com o vice-campeonato na quarta etapa do CT da WSL; Caio Ibelli em terceiro foi o melhor brasileiro no Masculino

por Redação Almasurf, 04/06/2019
follow

A gaúcha Tatiana Weston-Webb perdeu a bateria decisiva pela norte-americana Lakey Peterson e representou o Brasil no pódio do Margaret River Pro, encerrado na última terça-feira na Austrália. Com o resultado, a brasileira assumiu a nona colocação no ranking.

Fora das duas primeiras etapas, Silvana Lima segue em franca recuperação. Depois de um nono lugar na última etapa da perna australiana, a cearense já ocupa a décima quarta colocação no ranking.

No masculino, Caio Ibelli foi o brasileiro melhor colocado, finalizando a quarta etapa do CT da WSL na terceira posição. Gabriel Medina e Filipe Toledo foram derrotados precocemente. Italo Ferreira mais uma vez mandou bem e é o brasileiro melhor colocado no ranking (terceira colocação).

Com a vitória sobre o californiano Kolohe Andino na final, o havaiano John John Florence disparou na frente da corrida pelo título mundial da temporada. O próximo desafio dos melhores surfistas do mundo será no Brasil, com o Oi Rio Pro marcado para o dia 20 de junho em Saquarema, “Cidade do Surf” da Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

G 22

Com o terceiro lugar no Margaret River Pro, Caio Ibelli ganhou onze posições no ranking e entrou no grupo dos 22 primeiros que são mantidos na elite para o CT do ano que vem. Ele estava em 31.o lugar e subiu para vigésimo, logo abaixo do cearense Michael Rodrigues em 17.o e do catarinense Willian Cardoso e do paranaense Peterson Crisanto, empatados em 18.o.

Além deles, o catarinense Yago Dora e o paulista Deivid Silva estão fechando o G-22 do CT dividindo o 22.o lugar e mais três brasileiros estão acima deste grupo, Gabriel Medina em 12.o, Filipe Toledo em sexto e Italo Ferreira na terceira posição.

Confira como ficou o ranking Masculino do CT 2019.

Confira como ficou o ranking Feminino do CT 2019.