Bomba no Mapa - Mar sobe no sul e sudeste

Sequência de ondulações de sul promete seis dias de altas ondas na região; Oi Rio Pro deve terminar nesta sexta em Saquarema

por Lucas Conejero, 17/05/2018
follow

Uma série de ondulações do quadrante sul vai atingir os litorais sul e sudeste do Brasil entre esta sexta-feira e o começo da semana que vem. 

A previsão do mar é animadora e promete muitas ondas na região.

Já a previsão do tempo indica que as temperaturas vão despencar. Chegou a hora de tirar a roupa de borracha e a prancha grande do armário.

Sul
O tempo vira nesta sexta-feira no litoral sul do Brasil e o sábado deve ser chuvoso. No domingo, o sol volta a aparecer, mas vai esfriar bastante e a previsão é de temperaturas baixas a semana que vem inteira, principalmente pela manhã e no fim da tarde.

No mar, na sexta-feira, um pulso do quadrante sul (10 segundos) ganha força. As estimativas são de séries de até 1 metro nos picos mais expostos - mais consistentes no fim da tarde. No RS, o vento sopra praticamente zerado. Em SC e no PR, o vento predomina do quadrante norte entre fraco e moderado.

No sábado, um novo pulso do quadrante sul (13 segundos) encosta. As estimativas indicam séries de até 1,5 metros nos picos mais expostos. O vento sul / sudoeste entra com tudo, sopra entre fraco e moderado e pode soprar forte no fim da tarde.

Entre domingo e segunda-feira, uma bomba do quadrante sul (14 segundos) atinge as praias da região e a previsão é de sol entre poucas nuvens.

Apesar da ondulação passar um pouco por fora, o mar deve subir e as séries podem ultrapassar a casa de 2 metros nos picos mais expostos, principalmente na segunda, ápice do swell. O vento ameniza, predomina do quadrante sul e sopra praticamente zerado o dia todo.

Na terça-feira, o swell vira para sudeste, começa a perder intensidade e devem rolar boas ondas. As estimativas indicam séries entre 1,5 metros e 2 metros. O tempo fica estável e o vento sopra fraco do quadrante norte o dia todo. Vale ficar ligado na variação de maré, que é de média / alta amplitude e deve influenciar na qualidade das ondas.

Sudeste
O tempo segue estável nesta sexta-feira, mas vira durante o sábado na região, com possibilidade de pancadas de chuva. As temperaturas devem cair no domingo e no começo da próxima semana, principalmente no litoral paulista e do Rio.

A previsão do mar traz boas notícias para os surfistas. Na sexta-feira, uma ondulação de sul / sudoeste (11 segundos) encosta. As séries devem ultrapassar a casa de 1 metro nos picos mais expostos. O vento do quadrante leste (L/NE) sopra entre fraco e moderado - mais intenso no fim da tarde.

Tudo indica que será o melhor dia do que resta na janela do Oi Rio Pro 2018 para as baterias decisivas do evento masculino.

No sábado, mais um pulso do quadrante sul encosta (S/SE - 14 segundos). As séries devem rolar na casa de 1 metro nos picos mais expostos - um pouco mais consistentes no fim da tarde. O vento noroeste que precede a entrada da frente fria sopra entre fraco e moderado o dia todo.

No domingo, mais um pulso do quadrante sul (Sul - 11 segundos) atinge as praias da região. As estimativas indicam séries entre 1,5 metros e 2 metros nos picos mais expostos. O vento sudoeste marca presença entre fraco e moderado e pode soprar forte em alguns momentos.

Entre segunda-feira e terça-feira, uma bomba do quadrante sul (13 segundos) chega com tudo. Algumas séries podem ultrapassar a casa de 2,5 metros no ápice do swell, previsto para a primeira hora de terça. O vento sul ameniza e sopra fraco o dia todo. O tempo volta a abrir e o sol aparece entre nuvens.

Vale ficar ligado na variação de maré, que é de média / alta amplitude e deve influenciar na qualidade das ondas.

Norte / Nordeste
A previsão para os litorais norte e nordeste indica um fim de semana de sol entre muitas nuvens e temperaturas que podem ultrapassar os 30°C. Há chance de pancadas de chuva em todos os estados.

No mar, entre a Bahia e o RN, no sábado, predomina um pulso do quadrante leste com período de aproximadamente 7 segundos. As estimativas indicam séries entre meio e 1 metro nos picos mais expostos.

Entre o Ceará e o Pará, predomina um fraco pulso do quadrante norte (7 segundos). As estimativas indicam séries na casa de meio metro nos picos mais expostos.

O vento leste / sudeste não dá trégua entre fraco e moderado nos dois dias, sempre mais intenso durante a tarde, quando pode soprar forte, com rajadas de mais de 15 nós em alguns estados, garantindo condições para a galera do Kite e do Wind. Vale ficar ligado na variação de maré, que é de alta amplitude, para cair no melhor momento do mar. 

almasurfalmasurfalmasurfalmasurf