Filipe Toledo é campeão do Oi Rio Pro

Ubatubense conquista sua sexta vitória no Circuito Mundial de Surf com performances arrasadoras em Saquarema

por Redação Almasurf, 18/05/2018
follow

Com mais uma performance arrasadora, o ubatubense Filipe Toledo venceu o australiano Wade Carmichael e sagrou-se campeão do Oi Rio Pro 2018, encerrado nesta sexta-feira em Saquarema (RJ). 

Um bom swell de sudoeste atingiu a região, as séries rolaram na casa de 2 metros e o público marcou presença em peso para acompanhar os duelos decisivos no pico da Barrinha.

Apesar de quebrar a prancha em sua primeira onda, Filipinho não se abalou, voltou ao outside e na sequência surfou um tubo profundo, saiu na baforada e cravou 9.93. A praia veio abaixo.

Durante a bateria, Toledo não deu mole, pegou uma atrás da outra, troucou de nota e administrou muito bem a vantagem, mantendo Wade em combinação o tempo inteiro. Com a vitória, Filpe assume a segunda posição do ranking.  

“Galera, primeiramente gostaria de agradecer a Deus pela oportunidade de estar aqui nesse lugar maravilhoso que é Saquarema, com altas ondas na Barrinha e em Itaúna. Foi um campeonato incrível”, disse Filipe.

“Quero agradecer todo mundo que mora no Rio, os locais daqui, obrigado de coração. Vocês fizeram uma festa incrível. Vocês têm uma onda alucinante na frente da casa, valorizem isso e obrigado. Esse troféu é para o meu filhote Koa (lágrimas) que nasceu há poucas semanas e está aqui com a gente. Valeu galera”, comemorou Toledo.

Semifinais

Na primeira semifinal, Filipe Toledo enfrentou Julian Wilson, atual líder do ranking, e venceu de forma incontestável, com duas ondas que levaram a galera ao delírio na areia.

Wilson bem que tentou, mas não foi páreo para os aéreos do brasileiro e acabou eliminado em combinação (16.37 X 5.63). Mesmo com a derrota, o australiano manteve a ponta do ranking e chega ao próximo evento da WSL na Indonésia com a camiseta amarela.

Na segunda semifinal, o guerreiro australiano Wade Carmichael eliminou o havaiano Ezekiel Lau com manobras de linha muito bem executadas (13.17 X 9.27).

Quartas de Final

Quatro brasileiros caíram na água nos duelos das quartas de final e apenas Filipe Toledo avançou. Em uma bateria disputadíssima, o ubatubense escolheu bem suas ondas e derrotou o norte americano Kolohe Andino por pequena diferença (13.84 X 11.93).

Michael Rodrigues, Gabriel Medina e Yago Dora, infelizmente, não se encontraram durante suas baterias e acabaram eliminados, respectivamente, pelos australianos Julian Wilson e Wade Carmichael e pelo havaiano Ezekiel Lau.

Resultados do Oi Rio Pro 2018

1 Filipe Toledo
2 Wade Carmichael
3 Julian Wilson (AUS)
3 Ezekiel Lau (HAV)
5 Kolohe Andino (USA)
5 Michael Rodrigues (BRA)
5 Gabriel Medina (BRA)
5 Yago Dora (BRA)

Ranking WSL depois de 4 etapas

1 Julian Wilson (AUS) – 19.415 pontos
2 Filipe Toledo (BRA) – 18.075
3 Italo Ferreira (BRA) – 14.995
4 Gabriel Medina (BRA) – 14.160

5 Wade Carmichael (AUS) – 13.585
6 Ezekiel Lau (HAV) – 11.670
7 Owen Wright (AUS) – 11.575
7 Michel Bourez (TAH) – 11.575
7 Michael Rodrigues (BRA) – 11.575
10 Adrian Buchan (AUS) – 11.550
11 Mick Fanning (AUS) – 11.500
12 Griffin Colapinto (EUA) – 9.835
13 Kolohe Andino (EUA) – 9.740
14 Tomas Hermes (BRA) – 8.590
15 Frederico Morais (PRT) – 8.495
16 Kanoa Igarashi (JPN) – 8.240
17 John John Florence (HAV) – 7.450
17 Adriano de Souza (BRA) – 7.450
17 Sebastian Zietz (HAV) – 7.450
17 Jeremy Flores (FRA) – 7.450
17 Conner Coffin (EUA) – 7.450
22 Patrick Gudauskas (EUA) – 7.345

Outros brasileiros

23 Yago Dora (BRA) – 7.250 pontos
26 Willian Cardoso (BRA) – 6.660
28 Ian Gouveia (BRA) – 4.960
30 Jessé Mendes (BRA) – 4.170
35 Miguel Pupo (BRA) – 2.085
36 Caio Ibelli (BRA) – 1.680
38 Alejo Muniz (BRA) – 1.665
41 Wiggolly Dantas (BRA) – 420
41 Deivid Silva (BRA) – 420

almasurfalmasurfalmasurfalmasurf