Vai começar o show em Niterói

Itacoatiara Pro chega à sétima edição como uma das principais competições da modalidade ao redor do mundo

por Redação Almasurf, 13/06/2018
follow

Desde 2012 no calendário de eventos do Circuito Mundial de Bodyboarding, o Itacoatiara Pro chega à sua sétima edição e consolida sua posição como uma das principais competições da modalidade ao redor do mundo.

Para a edição de 2018, que acontece entre os dias 16 e 27 de junho, o evento entra no seleto grupo de etapas especiais batizadas de World Grand Slams pela APB, entidade que rege o esporte ao redor do mundo, com pontuação maior na definição dos campões da temporada.

As etapas WGS apresentam um formato inédito no APB Tour. As triagens não sofreram alterações e seguem abertas para todos os atletas com baterias de quatro competidores. No entanto, neste ano, apenas os quatro primeiros colocados dos trials avançam para a fase principal do torneio, completando um grupo de 32 atletas formado pelos top-24 do circuito e quatro convidados (Wild Cards).

E é aí que começa a novidade. Os trinta e dois atletas são divididos em oito baterias com quatro competidores cada, sendo que todos caem três vezes na água em baterias alternadas. A soma das três melhores ondas de cada atleta, independente da bateria, serão válidas para classificar os 16 melhores para o Round 4. A partir da quarta fase, os atletas se enfrentam em baterias no formato homem a homem.

Segundo a APB, esse novo formato foi pensando para dar mais oportunidades aos atletas, elevar o nível de competição e tornar o evento mais atrativo ao público. Com doze dias de “janela de espera”, a competição precisa de apenas quatro para ser definida, o que dá à organização a possibilidade de escolher as melhores condições dentro do período.

Pelo Brasil, quatro atletas já estão confirmados no evento principal por fazerem parte dos top-24. O baiano Uri Valadão, campeão mundial em 2008 e atual líder do ranking brasileiro, o cearense Roberto Bruno, pentacampeão brasileiro, Dudu Pedra, atleta local e exímio big rider, e Eder Luciano, tricampeão mundial do ISA Bodyboarding Games.

Entre os atletas estrangeiros, a lista é encabeçada pelo atual campeão mundial, Iain Campebll (África do Sul), e conta ainda com o bicampeão mundial Pierre Louis Costes (França), além de Jared Houston (sul-africano campeão mundial em 2015) e Amaury Laverhne (atleta de Ilhas Reunião, bicampeão mundial), ambos com títulos do Itacoatiara Pro no currículo.

Itacoatiara Pro Série Brasil

A organização do Itacoatiara Pro anunciou também a realização da segunda etapa do Circuito Brasileiro de Bodyboard 2018 entre 28 de junho e 1 de julho.

O evento começa logo após o término da janela do mundial e conta com as categorias Profissional Masculino, Profissional Feminino, Open Masculino, Open Feminino, Master Masculino e Sub-18 Masculino.

Com a confirmação dos dois eventos, o Itacoatiara Pro distribuirá mais de R$135 mil em premiação: a maior competição da temporada 2018 no Brasil. As inscrições estão abertas e devem ser feitas através do site da Cbrasb.

“As ondas de Itacoatiara são ideais para a prática do Bodyboard e sediar o mundial com sucesso todos esses anos confirma o que nós sempre soubemos. O Itacoatiara Pro terá sempre nosso apoio”, destaca o secretário municipal de Esportes Luiz Carlos Gallo.

Galeria de campeões do Itacoatiara Pro
2012 – Dave Winchester (Austrália)
2013 – Amaury Laverhne (Ilhas Reunião)
2014 – Jared Houston (África do Sul)
2015 – Amaury Laverhne (Ilhas Reunião) e Tanner McDaniel (Havaí – Pro Junior)
2016 – Alex Uranga (País Basco), Isabela Sousa (Brasil) e Diego Gomes (Brasil – Pro Junior)
2017 - Diego Cabreara (Ilhas Canárias), Ayaka Suzuki (Japão) e Nelson Flores (Chile - Pro Junior)